Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Centro de Convivência
Início do conteúdo da página

PROJETO CENTRO DE CONVIVÊNCIA DA POLICLÍNICA MILITAR DE PORTO ALEGRE (CCPMPA) 2019

UM MODELO DE ATENDIMENTO PARA A TERCEIRA IDADE

1. HISTÓRICO

No ano de 2006, iniciou, na Policlínica Militar de Porto Alegre (PMPA), o projeto Núcleo de Atendimento à Terceira IDADE (NATIEx), em um prédio próximo às instalações desta Organização Militar de Saúde (OMS), chamado “CASARÃO”, fruto da necessidade de serem desenvolvidas ações preventivas para reduzir as atividades curativas realizadas pela Policlínica Militar de Porto Alegre e pelo Hospital Militar de Área de Porto Alegre com aquela parcela da família militar.


2. CENÁRIO ATUAL

No cenário atual, a população com mais de 60 (sessenta anos) tem sido o grupo que mais vem crescendo, com um aumento significativo de mais de 100%, a partir de 1980, fato este que está impondo a efetiva preparação do Exército Brasileiro, em particular das OMS, para selecionar, receber e atender em ótimas condições a família militar, particularmente os militares inativos, reformados, cônjuges, funcionários civis e as pensionistas.

Assim, a implantação do novo Projeto CCPMPA 2019 no 4º piso da PMPA permitirá melhores condições de atendimento aos militares e funcionários civis do Exército Brasileiro e seus dependentes inseridos nesse estrato populacional, possibilitando a melhora da qualidade de vida, a manutenção da autonomia e da independência, o resgate social desse segmento, bem como a realização de ações de caráter preventivo, sendo esperada a diminuição acentuada da ação curativa realizada pelas OMS na guarnição e, também, que esse modelo de atendimento seja repassado para as demais Regiões Militares.


3. OBJETIVOS DO PROJETO

Os principais objetivos visualizados são:
a. Proporcionar aos integrantes da Família Militar oportunidade de envelhecer com qualidade, oferecendo um espaço físico e social para a prática de atividades físicas, educativas, recreativas, sociais e culturais;
b. Reduzir o isolamento e estabelecer vínculos e laços afetivos entre os militares da reserva e reformados, dependentes (cônjuge) e pensionistas;
c. Criar mecanismos de medição e de aferição da qualidade e do padrão de envelhecimento dos militares e dos seus dependentes após a passagem à inatividade; e
d. Desenvolver uma ação preventiva em relação às doenças e aos distúrbios degenerativos do idoso, reduzindo a ação curativa realizada pelos hospitais e pelas policlínicas militares.


4. PÚBLICO BENEFICIADO

Inicialmente, o CCPMPA objetiva atingir os militares inativos, dependentes (cônjuges) e pensionistas vinculados às seções de inativos e pensionistas da guarnição de Porto Alegre.


Em um segundo momento, consolidado o atendimento nesta guarnição, será expandido o atendimento para outras guarnições do Comando Militar do Sul, mediante critérios preestabelecidos.


5. PROPOSTA DE ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS

Serão ofertadas as seguintes atividades, as quais dependerão do interesse e do voluntariado do público-alvo e da existência de profissionais habilitados para desempenharem as práticas abaixo listadas:

- Avaliação cardiopulmonar e músculo-esquelética;

- Atividades físicas;

- Desportos;

- Natação e Hidroginástica;

- Alongamento;

- Palestras;

- Atendimento Clínico nas especialidades de Geriatria, Cardiologia, Oftalmologia, Odontologia, Fonoaudiologia, Psicologia e Terapia Ocupacional;

- Assistência Social;

- Prática Culinária;

- Idiomas;

- Dança;

- Canto Coral;

- Estimulação e Reabilitação Cognitiva;

- Musicoterapia; etc...

Essas atividades poderão ser desenvolvidas na PMPA ou em outras instituições parceiras, a exemplo do Círculo Militar de Porto Alegre e do Grêmio Expedicionário Geraldo Santana.

Fim do conteúdo da página